sábado, 9 de novembro de 2013

Levítico 18:22 e a homossexualidade



“Não te deitarás com um homem como se fosse mulher. É uma abominação” (Lv 18,22 e Lv 20,13).

Estas eram leis destinadas a manter o povo hebreu puro e separado de outros povos, sobretudo dos que adoravam ídolos sacrificando crianças e praticavam a “prostituição sagrada”, tanto masculina como a feminina, nos cultos à fertilidade. Um hebreu que praticasse essas coisas que os babilônios e cananeus praticavam, era “abominável”. Mas entre estas coisas “abomináveis” incluía-se por exemplo, semear dois tipos de sementes no mesmo canteiro, comer carne mal passada, ou camarão, fazer sexo estando a mulher menstruada, entre outros. O adultério e a falta de respeito para com os pais igualmente deveria ser punido com a morte. Hoje alguém consideraria “abominação” comer carne mal passada ou carne de porco? Porque se quer aplicar estas normas literalmente apenas para os homossexuais, não será por preconceito, por falta de amor? Ou os que citam a Bíblia conhecem a Bíblia de verdade?

A questão de Levítico era religiosa, e não ética ou moral, isto é, não se cogitava que o sexo em si era bom ou mau, mas o uso que se fazia dele, neste caso, afastando-se de Deus e indo atrás de outros deuses para os quais se sacrificavam crianças... É interessante notar que neste mesmo Código, está escrito: “Não oprimirás o teu próximo, nem o salário de teu empregado ficará contigo até o outro dia” (Lv 19,13) que poucos e poucas citam e lembram... A própria palavra “abominável”, no hebraico: toevah, seria mais bem traduzida, e o é, por tradutores mais sérios e capacitados, por “impuro”, ou “falta de limpeza”, o que tem um sentido totalmente diferente.

São Paulo escreveu: “Não devais nada a ninguém, a não ser o amor mútuo, pois quem ama o outro, cumpriu a Lei” (Rm 13,8).

"Então Pedro tomou a palavra e disse: "Em verdade, reconheço que Deus não faz acepção de pessoas, mas em toda nação lhe é agradável o que o temer e fizer o que é justo" Atos 10.34,35

Quanto a terceira perspectiva hoje já se sabe que ser gay ou ser lésbica não é uma opção. Este é mais um mito: as pessoas são gays por opção! Optar significa escolher em ser ou não ser gay. Assim como o heterossexual não escolhe em ser ou não ser heterossexual, o mesmo acontece com o homossexual. Existem vários fatores que determinam esta orientação, que é independe da vontade das pessoas, por isto não é uma opção. Muitos falam, erradamente, sobre “opção sexual”. Não existe opção, fato de quem “opta” por algo. Nem tampouco condição. O que existe em termos de classificação é a orientação sexual, onde o desejo sexual e afetivo está direcionado para um objeto externo (no caso de homossexuais, mesmo sexo e no de heterossexuais, sexo oposto).

Devido todas as dificuldades e implicações em se assumir homossexual se torna incabível dizer que as pessoas escolhem ser homossexuais. E se realmente tudo não passasse de uma escolha seria fácil voltar atrás nessa escolha assumindo outros posicionamentos.


Para terminar transcrevo um e-mail que foi enviado à uma locutora de um programa de rádio conhecido por ser conservadora e homofóbica. Essa locutora usava essas  passagens bíblicas do livro de Levítico para apoiar a sua condenação à homossexualidade. 

A carta-aberta, que surgiu em resposta às acusações, utiliza-se de passagens do mesmo livro do Levítico, e estabelece questões como as que se seguem:


• Eu sei que quando eu queimo um bezerro no altar, como um sacrifício, o odor que se desprende é cheiro suave e agradável ao Senhor. (Levítico 1:5-9) O problema são meus vizinhos. Eles dizem que o odor não é nada agradável e ameaçam chamar a Saúde Pública, que também não gosta do odor. Que devo fazer? 


• Levítico 11:7 & 8 diz que ao tocar o cadáver de um porco me torno impuro. Poderei praticar algum esporte com bola feita de pele de porco, caso use luvas?


• Levítico 11:12 diz que comer marisco é abominação. É uma abominação maior ou menor do que a homossexualidade?


• Eu sei que não devo ter contato com uma mulher durante o seu período menstrual (Levítico 18:19). O problema é; como saber? Sempre que pergunto a maioria das mulheres se sente ofendida.

• Levítico 19:19 me diz que não posso plantar tipos diferentes de sementes no mesmo campo, e nem usar roupas feitas de dois tipos diferentes de material. Devo concluir que serei condenado se tiver uma hortazinha no fundo do quintal com alguns vegetais e temperos, ou se usar uma camisetinha básica, de algodão e poliéster?

• A maioria das pessoas que conheço corta o cabelo de vez em quando, apesar de  isso ser expressamente proibido em Levítico 19:27. Estaremos todos condenados?

• Levítico 21:16-20 declara que eu não posso me aproximar do altar de Deus se eu  tiver um defeito físico. Eu uso óculos. Será que Deus faz “vista-grossa” para este pequeno detalhe?

• Levítico 25:44 declara que eu posso possuir escravos ou escravas desde que tenham sido comprados em um dos países vizinhos. Um amigo meu insiste que essa regra se aplica a Argentinos e Paraguaios mas não a Uruguaios. Poderia me orientar? Por que não me é permitido possuir escravos uruguaios?

Enfim, que possamos meditar no que nos fala a palavra de Deus: "A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei." Romanos 13:8

Em Cristo

+Bispo Dom Rodrigo A. Faddoul




Levítico 18:22 y la homosexualidad


"No te echarás con varón como con mujer. Es una abominación "(Levítico 18:22 y Levítico 20:13).

Estas leyes fueron hechas para mantener el pueblo judío puro y separado de los demás, especialmente de los que adoraban ídolos, sacrificando niños y practicaban "prostitución sagrada", tanto masculinos como femenina, en los cultos de fertilidad. Un Judio que practicaba estas cosas que los babilonios y cananeos practicaban, era "abominable". Pero entre estas cosas "abominable" estaba incluido por ejemplo, sembrar dos clases de semilla en la misma cama, comer carne poco cocida o camarón, tener relaciones sexuales con una mujer que está menstruando, entre otros. El adulterio y la falta de respeto a los padres también deben ser castigados con la muerte. Hoy alguien consideraría "abominación" comer carne poco cocida o comer carne de cerdo? Porque si usted desea aplicar estas reglas, literalmente, sólo para los homosexuales, no es por el prejuicio, por falta de amor? O aquellos que citan la Biblia conocen la verdadera Biblia?

La cuestión de Levítico era religiosa, no ético o moral, es decir, no se consideró que el sexo en sí era bueno o malo, sino el uso que se hace de ello, en este caso, alejándose de Dios y yendo tras otros dioses en que los niños fueron sacrificados ...
Curiosamente, en este mismo código está escrito: "No te defraudes a tu prójimo, ni el salario de su empleado se quede con usted hasta que el otro día" (Levítico 19,13) pocos y pocas citan y recordan ... La palabra "abominación" en hebreo: toevah, sería mejor traducido, y es, para los traductores más serios y cualificados para "impuro" o "falta de limpieza", que tiene un significado totalmente diferente.

San Pablo escribió: "Usted no debe nada a nadie, sino el amaros unos a otros; porque el que ama al prójimo, ha cumplido la ley" (Rom. 13:08).

"Entonces Pedro, abriendo la boca, dijo:" En verdad, yo comprendo que Dios no hace acepción de personas, sino que en toda nación le es agradable que el miedo y hacer lo correcto ", Hechos 10.34,35

Como tercer punto de vista hoy sabemos que el ser gay o lesbiana no es una opción. Este es otro mito: la gente es gay por elección! La opción es elegir ser o no ser gay. Así como el heterosexual no elige ser o no ser heterosexual, así tambien eres con el homosexual. Hay varios factores que determinan este enfoque, que es independiente de la voluntad de las personas, esto no es una opción. Muchos hablan erróneamente sobre "orientación sexual". No hay opción,  en que se "opta" por algo. Ni condicion. Lo que existe en términos de la clasificación es la orientación sexual, donde el deseo afectivo y sexual se dirige a un objeto exterior (en el caso de los homosexuales, mismo sexo y heterosexual el sexo opuesto).

Debido a todas las dificultades e implicaciones asumir la homosexualidad se convierte incabível decir que las personas eligen ser gay. Y si todo es realmente una opción, sería fácil dar marcha atrás en esa decisión asumiendo otras posiciones.

Para terminar voy a transcribir un correo electrónico que fue enviado a un locutora locutora un programa de radio conocida por ser conservadora y homofóbica. Este locutora usaba estos pasajes del libro de Levítico para apoyar la condena de la homosexualidad.

La carta abierta, que se produjo en respuesta a las acusaciones, utiliza pasajes del mismo libro de Levítico, y establece cuestiones como las siguientes:

• Sé que cuando yo quemo un becerro en el altar como sacrificio, el olor que desprende eres un olor dulce y agradable al Señor. (Levítico 1:5-9) El problema está en mis vecinos. Ellos aseguran que el olor no es agradable y amenazan con llamar a la Salud Pública, que también no les gusta el olor. ¿Qué debo hacer?

• Levítico 11:07 y 8 dice que tocar el cadáver de un cerdo me convierte en impuro. Se puede practicar deportes con pelota de piel de cerdo, si utiliza guantes?

• Levítico 11:12 dice que comer mariscos es una abominación. Es una abominación mayor o menor que el homosexual?

• Sé que no debería tener contacto con una mujer durante su menstruación (Levítico 18:19). El problema es, ¿cómo lo sabes? Cada vez que pregunto la mayoría de las mujeres se sienten ofendidas.

• Levítico 19:19 afirma que no puedo plantar diferentes tipos de semillas en el mismo campo, y no usar ropa hechas de dos tipos diferentes de material. Debo concluir que me condenen si tengo una hortazinha en el patio trasero con algunas verduras y condimentos, o utilizar una T-shirt básica de algodón y poliéster.

• La mayoría de las personas que conozco cortan el pelo de vez en cuando, aunque esto está expresamente prohibido por el Levítico 19:27. ¿Estamos todos condenados?

• Levítico 21:16-20 dice que yo no puedo me acercar del altar de Dios si tengo un defecto físico. Me pongo las gafas. ¿Dios pase por alto ese pequeño detalle?

• Levítico 25:44, establece que puedo tener esclavos o esclavas a condición de haber sido adquiridos en uno de los países vecinos. Un amigo mío insiste en que esta regla se aplica a los argentinos y paraguayos, pero no a los uruguayos. ¿Me podría orientar? ¿Por qué no puedo tener esclavos uruguayos?

Que podamos meditar en lo que dice la palabra de Dios: "No debáis a nadie nada, sino el amor que os améis los unos a los otros, porque el que ama al prójimo, ha cumplido la ley." Romanos 13:08

En Cristo


+ Mons. Rodrigo A. Faddoul

Um comentário:

  1. Oi! Por esta percepção então vc n se opõe a homossexualidade, ou apenas explanou o contexto do texto citado?

    Minha posição a respeito da homossexualidade: n sou radical, nem homofóbica, tão pouco quero julgar ou condenar, aliás Cristo com amor incomparável, escreveu uma linda história de restituição nesta área em minha vida. Portanto entendo e concordo que não é uma opção, ou condição, mas vejo como uma nítida inversão de princípios, na maioria das vezes consequências de traumas variados, ou carência afetiva, dentre outros fatores o espiritual inclusive. Amo meus amigos, independente do que fazem com suas vidas afetivas, ou sexuais, mas os evangelizo com a verdade revelada a mim pelo Espírito Santo testificada pela palavra.

    Obs: vc tbm poderia dissertar sobre Romanos 1:26-27?
    Grande Abraços

    ResponderExcluir