Rito de São Tiago

DIVINA LITURGiA

(SIGLAS: D-DIACÓNO/DIACONISA; T-TODOS; S-SACERDOTE)

1 - S: Inicia a celebração, saúda a comunidade e dá o roteiro e as intenções da Eucaristia.

2 - T: (De pé)Em nome de Deus: o Pai, o Filho/e o Espírito Santo. Amém. Em Tua casa entro, /Te busco e encontro/ meu amado Salvador, /Te louvo e adoro. Amém.

3 - T: CÂNTICO DE ENTRADA OU ORAÇÃO INICIAL (VARIÁVEL)

4 - T: (Variável): Em Tua luz vemos luz, /amado Jesus /Tu és a luz de todas as criaturas. /Ilumina nossas almas/ ó luz do Pai Celeste.

5 - S: Senhor Jesus, convidamos Maria, que Te deu a Luz, João, que Te batizou, e todos os demais santos, a participarem desta procissão de entrada, cantando e declarando :

6 - T: Nós Te exaltamos, Rei nosso, /Verbo e filho do Pai Eterno! imortal em Sua essência./Mesmo assim, Ele resignou-Se voluntariamente! para a redenção do mundo inteiro/ Fez-Se homem na Santa e Gloriosa Virgem, /a Mãe de Jesus, Maria. /Sem Se mudar, encarnou-se/sendo crucificado por amor a nós. /Por Sua morte/ Ele, a Segunda Pessoa da Trindade Santíssima venceu a morte!

T: É justo proclamá-Lo nosso Rei e Salvador. /Salve, Salve.


7 - S: (Retornando ao altar, o celebrante faz uma cruz sobre os elementos):
Santo és, ó Deus. /Santo és, ó Criador/ Santo és ó Imortal. /Ressuscitado. 


8- T: Hosana (3 vezes).  Glória a Deus, Honra a Deus, Louvor a Deus que tanto nos ama.


9 - D: Irmãos, transmito-lhes mensagem apostólica.

10 - T: Acolhemos e agradecemos

11 - D: (Lê trecho indicado e finaliza): Esta é a mensagem da salvação.

12 - T: De alegria e consolação.

13 - C: Aleluia, aleluia, Vamos chegar a Deus/ carregarndo ofertas/sacrifícios de louvor/ofertas generosas: fé, amor, esperança /Aleluia.
(AQUI OS FIÉIS FAZEM SUAS OFERTAS)

14 -D: Ouçamos, irmãos. Deus vai falar conosco em Seu Santo Evangelho.

15 - T: Estamos atentos. Ensina-nos Senhor.


16 - CÂNTICO DE MEDITAÇAO (Variável)

17 - S: O Senhor esteja convosco.


18 - T: Amém. E contigo também.

19 - S: (Lê o trecho do dia e finaliza): Estas são as palavras do Cristo, Nosso Senhor.

20 - T: Graças a Deus. (Todos se assentam. Segue-se o comentário).


21 - D: Irmãos, animados por estas mensagens, vamo-nos levantar e orar.

22 - T: Deus amor, esteja conosco /e guia-nos. /Glória,/louvor, /esplendor,/ honra,/veneração, soberania e adoração.


23 - S: (De mãos estendidas): Prestamos a Ti, nosso bom Pastor. Partiste o Teu Corpo e no-Lo deste em forma de alimento. Sagraste o Teu sangue e no-Lo deste como meio de perdão, premiando-nos assim, por Tua comunhão celestial. Tu és pois, alvo de todo louvor e de todo nosso amor, com o Pai e o Espírito Santo, nesta Celebração Eucarística, em todas as ocasiões, em todos os tempos e em todos os momentos de nossa vida, agora e sempre.


24 - T: Amém.


25 - D: Para a glória de Deus e nosso crescimento espiritual, oferecemos o incenso de penitência, confessando:

26 - T: Confessamos a Ti, Pai, /e nos reconhecemos pecadores. /Confessam e comungam conosco /nossos irmãos encarnados e desencarnados. /Acolhe-nos, /perdoa-nos /e, transforma-nos /de tristes em consolados, /de omissos em atuantes, /de fracos em fortes. /Concede-nos coragem, confiança e determinação /para um convívio sempre melhor. /Por estes e demais favores Teus, tanto para os encarnados como para os desencarnados,
o Teu Nome seja louvado e bendito /agora e sempre, Amém.

27 - S: (Dando absolvição): Meus irmãos, tenho alegria em anunciar-lhes que fomos absolvidos. Recebamos, pois absolvição, cura, consolação e as demais bençãos, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, para sempre.


28 - T: Amém/De fato recebemos./Amém.


29 - D: Absolvidos e renovados, estamos aptos a fazer a proclamação de nossa fé:


30 - T: Cremos no Deus único,/Pai de todos,/Criador do Céu e da Terra,/do visível e do invisível./Cremos em um só Senhor, / Jesus Cristo,/ filho primogênito de Deus,/ nascido do Pai,/anterior ao tempo./Ele é a luz da luz, o Deus verdadeiro do Deus verdadeiro; /gerado mas não criado; consubstancial ao Pai,/ pelo Qual tudo tem sido criado./Ele mesmo,/movido por amor a
nós,/e para nos salvar,/desceu dos céus,/humanizou-Se pela obra do Espírito Santo/na Virgem Maria./Fez-Se pessoa humana,/ sendo crucificado por amor a nós no governo de Pôncio Pilatos./ Padeceu, morreu e foi sepultado./ Ressuscitou ao terceiro dia,/conforme as Escrituras /e subiu aos
Céus. /Está à direita do Pai/e há de vir pela segunda vez,/ com imensa glória,/ para julgar os vivos
e mortos./o Seu reino não terá fim./Cremos no
Espírito Santo,/ origem da Vida,/o Qual do Pai procede/ e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado./ Foi Ele quem falou pelos apóstolos e profetas./Cremos na Igreja:/una, santa, católica e apostólica./Proclamanos a validade de um só batismo/ para perdão dos pecados./Esperamos a ressurreicão dos mortos/e a nova vida na eternidade./Amém.


31 - S: Deus Pai, aumenta-nos o amor, a harmonia e a paz, para que possamos sentir e viver a Tua presença em nossas vidas, em todos os momentos, agora e sempre.


32 - T: Amém.

33 - S: (Aufere o dom da paz emanado do altar, circulando a palma da mão direita sobre a patena e o cálice, e o transmite): A paz de Deus esteja sempre
convosco.


34 - T: Amém, e contigo também.


35 - D: Irmãos, vamo-nos abraçar, saudar e cumprimentar em nome do Senhor. (Enquanto isto, o celebrante beija o altar e cumprimenta aquele que estiver mais próximo. Este transmite a paz à assembléia).


36 - CÂNTICO: ABRAÇO DA PAZ (Variável)

37 - S: Agora, irmãos, reconciliados com Deus e entre nós, vamos viver suas manifestações. concentrados e inclinados, suplicando:


38 - T: Deus Pai, revele-Te a nós. Amém.


39 - S: Deus Pai, contempla-nos, socorre-nos e abençoa-nos com as bençãos do Filho Amado e do Teu Espírito Santo, agora e sempre.


40 - T: Amém.


41 - S: Pai, contempla também esta Eucaristia que Te oferecemos em nome de toda a Tua igreja, particularmente em nome de nosso bispo (N), dos irmãos aqui presentes e ausentes. Ilumina-nos a mente, inflama-nos a alma, santifica-nos o corpo, agora e sempre.

42 - T: Amém.

43 - D: Irmãos, vamos despertar e ver que estão abertas as portas do Céu, a pedra do túmulo rolando, as sombras da incerteza se dissipando, pela aurora da verdade total,declarando:

44 - T: Sim, esta Eucaristia é fonte de misericórdia, de paz, e sacrificio de louvor. Amém.


45 - S: (Recebe forças do altar circulando a palma da mão direita sobre a patena e o cálice, e as transmite à assembléia): Alegrem-se (ou consolem-se), irmãos, recebendo o amor de Deus Pai,(+) o carinho do Filho Amado (+) e a doce comunhão do Espirito Santo.(+) Que se transmitam e permaneçam com todos, para sempre.


46- T: Amém. E contigo também.

47- S: Pensamentos, almas e corações de todos estejam neste momento elevados ao alto, onde Cristo reina na glória do Pai.

48 - T: Já os elevamos à glória do Pai.


49 - S: Demos graçasa Deus.


50 - T: É digno e justo.


51 - S: De fato é digníssimo e justíssimo Te louvar, Deus Uno e Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, junto aos anjos e todas as criaturas visíveis e invisíveis, proclamando (ou cantando):


52 - T: (De pé) Santo, /Santo, /Sento /é o Senhor Deus do Universo. /Os Céus e a Terra estão cheios /de Sua Glória. /Hosana nas alturas. /Bendito aquele que vem /em nome do Senhor. /Hosana nas alturas.


53 - S: Sim. Ele veio em nome do Pai para nos atrair a Ele, valendo-Lhe a morte na cruz. Tendo cumprido Sua missão, Ele reuniu seus apóstolos para cear, tomou um pão simples e fermentado, abençoou-o(++) sagrou- o,(+) e o deu aos mesmos, declarando: “Recebei e comei, isto é o Meu corpo, o Qual, por vós e por muitos, será repartido e doado como alimento espiritual para a vida eterna. Em seguida, Ele preparou o cálice com vinho e água, abençoou-o,(++) sagrou-o,(+) e o deu aos mesmos, declarando: Recebei e bebei, este é o Meu sangue, o Qual, por vós e por muitos, será derramado (movimentando o
cálice) e doado para remissão dos pecados, cura para as feridas das almas e dos corpos e vida eterna”. Ao confiar este mistério a Seus apóstolos e, por Seu intermédio, a nós, seus humildes sucessores, Ele nos fez a seguinte advertência: “Todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes deste cálice, ireis igualmente comemorar e anunciar a Minha morte e ressurreição até Eu voltar”. Por isso, proclamamos dizendo:


54 - T: Tua morte anunciamos. /Em Tua ressurreição cremos. Teu advento esperamos. /Vem a nós, Cristo Jesus.

55 - S: Nós, a Tua Igreja, Senhor, vivemos recordando todo o plano de nossa salvação, aguardando o Teu segundo advento glorioso, quando julgarás e recompensarás a cada um de nós como merecer. Eis porque a Tua Igreja, nós, penitentes, recorremos a Ti, Contigo e por Teu intermédio, suplicamos ao Pai, orando:

56 - T: Deus Pai, /tem piedade de nós. /Amém.

57 - S: Reconhecemos nossas falhas e omissões, confiando plenamente em Tua benevolência de Pai, e Te agradecemos em todas as circunstâncias, por todas as Tuas dádivas, conformando-nos à
Tua vontade. Agora e sempre.

58 - T: Amém. /Nós Te glorificamos, Senhor,/ e exaltamos. /Louvamos. /Adoramos. /Vem a nós, Cristo Jesus. (Todos se inclinam).

59 - D: Caríssimos, como é sublime este momento, quando o Deus Espírito Santo se digna descer sobre nós e sobre esses elementos do pão e do vinho, agindo, sagrando e transformando. Estejamos, portanto preparados e vigilantes, para sentir a Sua atuação e merecer a Sua comunhão.


60 - S: Favorece-nos, Deus Pai, enviando a nós e a estes elementos do pão e do vinho, o Teu Espírito Santo, o Qual, por Seu invisível gesto, endossa todos os atos de Tua Santa Igreja. Pai, atende-nos. Pai, atende-nos. Pai, atende-nos.


61 - T: Vem/vem/vem/Espírito Santo. /Amén.


62 - S: Que o Espírito Santo faça deste pão o Corpo (+++) e da mistura neste cálice o Sangue (+++) do Cristo Deus nosso, para sempre.


63 - T: Amém.


64 - S: E que este Sacramento propicie paz, alegria, saúde e felicidade a seus participantes, para Te louvarmos, a Teu Filho único e Espírito Santo, agora e sempre.


65 - T: Amém. (Todos se assentam)


66 - D: Reverenciamos a memória da Bendita Virgem Maria, Mãe de Jesus, a do nosso padroeiro (mencionar o nome), a do santo do dia (mencionar o nome) e todos os demais santos, pedindo sua exaltação e proteção. Oremos.


67 - T: Atende-nos, Senhor.


68 - D: Oremos por nossos dirigentes: nosso Bispo primaz (N); nosso Bispo provincial (N); todos os padres, pastores e demais sacerdotes; Todos os poderes constituídos e os quais mantém a ordem pública. Que Deus os proteja, abençoe e inspire senso de responsabilidade, justiça e cumprimento do dever. Oremos.


69 - T: Atende-nos, Senhor.


70 - D: Oremos pelos irmãos, particularmente os enfermos e aqueles que os assistem; os aprisionados ou perseguidos por amor à justiça; aqueles que pediram nossas orações e aqueles pelos quais prometemos rezar; aqueles que se encontram em perigos ou dificuldades. Que Deus lhes conceda alívio, amparo e os auxílios necessários. Oremos.

71 - T: Atende-nos, Senhor.

72 - D: Oremos por nosso pároco e pelo clero, pela nossa paróquia (ou comunidade), seus diáconos, membros e benfeitores, pelo Conselho Paroquial, Ordens Religiosas e demais entidades que atuam em todas as esferas da Comunhão no Brasil e no mundo; pelos irmãos presentes e ausentes. Por esta cidade de...(N) e seus habitantes, pelo Brasil, pelo mundo inteiro. Que Deus conceda a cada um e a todos plena saúde, paz e prosperidade. Oremos.

73 - T: Atende-nos, Senhor.

74 - D: Oremos pelos irmãos desencarnados, destacando (N). Que Deus lhes conceda perdão, iluminação e santidade progressiva. A seus familiares e amigos, dons de consolacão, resignação e gloriosa esperança. Oremos.


75 - T: Atende-nos, Senhor.


76 - S: Tudo aquilo que Te solicitamos ou deixamos de solicitar, por todos aqueles que mencionamos ou nos esquecemos de mencionar, atende-nos, Deus Pai. Pois o Corpo e o Sangue de Teu Filho Amado já integram as nossas vidas. E em nome d´Ele mesmo, confiamos alcançar a vitória final para nós e para nossos desencarnados, para sempre.

77 - T: Amém. Recebe-os, Pai./Apaga os nossos pecados e os deles, /cometidos voluntáriamente /ou involuntariamente. Amém.


78 - S: Ajuda-nos, Pai, a levar uma vida digna e chegar à vitória final, a fim de que, como em tantos favores Teus, neste grande ato de fé, também o Teu nome seja louvado e bendito, junto aos nomes de Teu Filho Único e Espírito Santo, agora e sempre.


79 - T: Amém. Teu Nome Senhor, /tal como era, é e continua sendo louvado /agora e sempre /e pelos séculos dos séculos. /Amém. (De pé).


80 - S: Que Deus esteja convosco.


81 - T: Amém. E contigo também.


82 - S: As graças de nosso Senhor, Deus e Salvador, Jesus Cristo, se transmitam e permaneçam com todos para sempre.

83 - T: Amém, e contigo também. 

É fato comprovado, certo e confirmado: /sobre o madeiro da cruz, /ei-Lo crucificado. /o Verbo de Deus sofreu /em sua própria carne. /Ele todo
padeceu, /Ele foi imolado. /Sua alma se desligou /de Seu corpo divinal. /A sua Divindade /permaneceu integral/ Ela nunca se separou /do corpo ou da alma
/Encarnação é isto: /união sobrenatural. /Seu peito foi rasgado /pela lança do soldado. /Sangue e água jorraram /para a vida eterna. /Pelo pecado do réu,
/o Verbo de Deus morreu. /E se Deus não morresse, /o morto seria eu. /Sua alma se uniu a Seu Corpo de novo, /unindo-nos a Deus /pela graça do perdão,
/E ao terceiro dia, /Ele ressuscitou /glosioso, /vitorioso, /a morte já acabou. /Emanuel
é uno, ímpar,/indivisivel,/uma só pessoa./Cremos que este Corpo /é deste mesmo Sangue /e este mesmo Sangue / é deste mesmo Corpo.


84 - D: Irmãos, tendo já recebido graças sobre graças, vamos confiar nossos propósitos e nossos pedidos à Divina Providência, proclamando:


85 - T:Confiamos, plenamente, confiamos.

86 - S: Deus Pai, a Ti recorremos munidos da oração que o Teu Santo Filho nos ensinou. E com o coração cheio de fé, de mãos estendidas, oramos:


87 - T: Pai nosso que estás nos céus, /santificado seja o Teu Nome. /Venha o Teu Reino. /Seja feita a Tua vontade, /assim na Terra como no Céu. /o pão nosso de cada dia /nos dá hoje. /Perdoa as nossas dívidas /assim como nós já perdoamos /aos nossos devedores. /Não nos deixes cair em tentação. /Mas livra-nos do mal. /Pois Teu é o reino, /o poder e a glória, /para sempre. /Amém.


88- S: Liberta-nos, ó Pai, de todos os males. Ensina-nos a virtude de perdoar. Confirma nosso perdão, para Te louvarmos e a Teu Filho Único e Espírito Santo, agora e sempre.


89 - T: Amém.


90 - S: Que Deus esteja convosco.


91 - T: Amém. E contigo também.

92 - D: Irmãos, antecipando a nossa comunhão pelos Santos Mistérios, inclinemo-nos. (Todos se inclinam)

93 - T: Diante de Ti, Senhor.

94 - S: Diante de Ti, Pai, estamos inclinados de corpo e alma, aguardando Tuas bençãos. Estende, pois, Tuas Santíssimas Mãos, impondo-as sobre cada um de nós. Liberta-nos, opera em nós milagres, prepara-nos a receber dignamente o Corpo e Sangue santíssimos de Teu Filho santíssimo, com o qual e com o Teu Espírito Santo nós Te louvaremos para sempre.

95 - T :Amém.

96 - S: Que o Senhor esteja convosco.

97 - T: Amém. E contigo também.

98 - S: Irmãos, recebamos as bençãos e os carismas da Trindade Santíssima, gloriosa, incriada, eterna, onipotente, adorada e consubstancial. Que se transmitam e permaneçam com todos para sempre.


99 - T: Amém. E contigo também.


100 - D: Irmãos, vamos contemplar a glória de Deus revelada sobre o altar aclamando:

101 - T: Estamos contemplando a glória da Santissima Trindade através dos santos elementos. Aleluia.


102 - S: Estes elementos Santos serão doados somente aos santos? Que diremos?


103 - S: Na Verdade, /há um só Santo, /que é o Pai; o Filho; e o Espírito Santo. /Glória ao Pai, /ao Filho /e ao Espírito Santo, /um só Deus. /Amém.


104 - S: Santo único é o Pai, que nos criou por sua infinita bondade. Ele está conosco?

105 - T: Sim, Ele está conosco. Amém.

106 - S: Santo único é o Filho, que nos salva pela paixão de de Sua Pessoa. Ele está conosco?


107 - T: Sim, Ele está conosco. Amém.


108 - S: Santo único é o Espírito Santo, que vem aperfeiçoando tudo aquilo que foi e será criado. Ele está conosco?

109 - T: Sim, Ele está conosco. /Que o nome de Deus seja louvado /agora e sempre /e pelos séculos do séculos /amém.

110 - T: Esta hora sublime /é a hora da decisão, absolvição e perdão. /Vamo-nos aproximar. /Sobre o altar do céu, sejam comemorados /nossos pais, irmãos e mestres, /em Teu reino celeste. /Santo és, Santo Emanuel, que exaltas a Virgem Mãe /e a todos os santos, /em Teu reino eterno. /Aleluia,
aleluia.


111 - D: Irmãos, este é o momento de nossa esperança. Cristo está voltando. Vamos dar-Lhe as boas vindas, com todos os santos, exclamando:


112 - T: Aleluia, Jesus. /Aleluia, aleluia.


113 - S: De Teu sublime trono, fonte de todas as bençãos, venham as Tuas bençãos para Teus adoradores, Filho de Deus, que vieste para nossa redenção e estás voltando para nossa ressurreição e vida eterna, para sempre.


114 - T: Amém.


115 - S: Estende, Senhor, Tuas santíssimas mãos, abençoando e abraçando a Tua Santa Igreja, que se aproxima de Tua mesa, para receber o Teu Corpo e o Teu Sangue preciosíssimos, certa de obter novas energias, emancipação e unidade, rumo à Vida Eterna, para sempre.


116 - T: Amém (Os fiéis, agora, se dirigem à mesa da comunhão).


117 - S: (O Sacerdote abençoa os fiéis com os Sacramentos) Que as celestes dádivas desçam sobre todos nós, portadores e ministros desta Santa Eucaristia, todos aqueles que providenciaram seus elementos ou participaram de sua preparação; todos aqueles que dela comungarem ou por sua intenção é oferecida. Agora e sempre.

118 - T: Amém. (Momento da Comunhão dos fiéis)


119 - T: CÂNTICO DA COMUNHAO (Variável)


Pós-Comunhão

120 - C: Glória, glória a Deus. /Elogios e honras, / à Virgem, aos santos /e a todos os fiéis. /Aleluia. /Senhor Deus, exalta/ a sempre Virgem Maria, /com os demais santos /no Céu o na Terra. /Aleluia./ Senhor Deus, ampara-nos /Aleluia.

121 - T: (De pé) Graças a Ti/nosso amado Salvador/ graças a Ti /por Teu Corpo e Sangue santíssimos /que acabamos de comer e de beber. /Que a nossa comunhão /nos livre de qualquer motivo de condenação /e concorra para nossa felicidade /contribuindo para Tua maior glória, /para sempre, /Amém.


122 - T: Os mundos Te adorem. /Todas as línguas Te louvem, /esperança dos vivos, /consolo dos finados. /Aleluia.


123 - S: Pai, agradecemos e adoramos a Tua benevolência demonstrada e sentida na generosidade da Tua Mesa Divina, pela qual estamos saciados, revigorados e fortalecidos. É por isso que Te rendemos toda gratidão, a Teu Filho Unico e Espírito Santo. Agora e sempre.


124 - T: Amém.


125 - S: Deus esteja convosco.


126 - T: Amém. E contigo também.


127 - D: Irmãos, dada nossa comunhão pela Santa Eucaristia, em sinal de gratidão, inclinemo-nos, declarando:


128 – T: Muito obrigado, Senhor Jesus.

129 - S: Muito obrigado, Senhor Jesus, pão verdadeiro que nos que nos veio do alto, alimento imperecível para toda a humanidade. Ajuda-nos, Senhor, a continuar nossa caminhada, dispostos, unidos e prósperos, na certeza de um encontro na eternidade com todos os Santos, para sempre.


130 - T: Amém.


131 - S: Vamos em paz (+) caríssimos irmãos, munidos da graça divina (+). Que Deus nos acompanhe (+).


132 - T: Amém. Hoje vimos maravilhas. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Amém.

133 - CÂNTICO DE DESPEDIDA (Variável)

Nenhum comentário:

Postar um comentário